Ataque cardíaco vitima Presidente do Malawi

O chefe de Estado do Malawi, Bingu wa Muthatika, morreu na madrugada de sexta-feira, aos 78 anos, vítima de ataque cardíaco. A sua morte poderá dar origem a uma crise constitucional neste país pobre da África Austral.

"Morreu depois da meia noite", disse à AFP um responsável hospitalar que pediu o anonimato. A mesma fonte avançou que o óbito foi declarado "após duas horas de tentativas para o reanimar".

Mutharika que perdeu os sentidos na quinta-feira à noite e foi levado do palácio presidencial para um hospital local e depois para a África do Sul, numa tentativa para o salvar, dizem uns, apenas para o "embalsamar de forma digna", avançam outros.

A morte de Mutharika, um antigo economista do Banco Mundial e que foi reeleito para a presidência do Malawi em 2009, está a preocupar analistas que temem uma crise constitucional. De acordo com a Constituição, a vice-presidente Joyce Banda deve assumir de imediato a presidência. Mas Banda integra a oposição a Mutharika, acusado de nepotismo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG