100 pessoas podem estar entre os escombros de prédio

Cerca de 100 pessoas, entre trabalhadores e transeuntes, ficaram presumivelmente soterradas após o colapso de um edifício em construção no nordeste do Ruanda, anunciou a ministra ruandesa responsável pela gestão de catástrofes.

O primeiro balanço provisório referia-se a três mortos e 21 feridos, indicou à agência noticiosa AFP o porta-voz da polícia Theos Badege, sem adiantar mais detalhes.

"De momento, as informações que dispomos são provisórias e indicam que cerca de 100 pessoas estão presas nos escombros. Tentamos obter números precisos", declarou a ministra Séraphine Mukantabana.

"O edifício que desmoronou tinha quatro andares e está situado em Nyagatare, junto à estrada, e foi por isso que atingiu tanta gente", prosseguiu.

De acordo com a polícia, o prédio colapsou às 15:00 locais (13:00 em Lisboa).

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG