Aécio processa Dilma por difamação após anúncio de TV

O candidato do Partido Social Democrata Brasileiro à presidência, Aécio Neves, anunciou hoje, sábado, que vai processar a rival na corrida, a Presidente Dilma Rousseff, por injúria e difamação.

Em causa está um anúncio de televisão da campanha do Partido dos Trabalhadores, de Dilma, em que se sugere que o candidato do PSDB desrespeita as mulheres, noticia a edição online do jornal Folha de S.Paulo.

Além do processo penal a Dilma, a campanha de Aécio afirmou que iria queixar-se ao Tribunal Superior Eleitoral exigindo que o vídeo de campanha seja retirado do ar.

O 'spot', que dura 30 segundos, mostra Aécio Neves num debate anterior à primeira volta das presidenciais no qual ele chama "leviana" à adversária do PSOL, Luciana Genro, e de outro momento em que ele usa a mesma palavra para descrever Dilma Rousseff.

"Aécio tem mostrado dificuldades em respeitar as mulheres", afirma o anúncio.

Ainda segundo a Folha de São Paulo, este é um dos anúncios que passam na televisão nos tempos de publicidade paga, ou seja, fora dos tempos reservados nas televisões para campanha eleitoral.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG