A maldição dos 'Navy Seals' que mataram Bin Laden

Dos 25 elementos da equipa que em 2011 matou o maior inimigo da América já só dois estão vivos, o que começa a fazer circular a crença de que existe uma maldição.

Quase dois anos depois da morte de Bin Laden, na sequência de um ataque surpresa a um complexo no Paquistão, onde o líder da Al-Qaeda estava refugiado, já só restam 2 elementos dessa equipa de 25 Navy Seals para contar como tudo aconteceu.

Na quinta-feira passada, a administração norte-americana confirmou a morte de Brett D. Shadle, um elemento dessa grupo de operações especiais, numa colisão acidental de paraquedas num exercício de rotina no Arizona. Foi a 23.º morte.

Em agosto de 2011, 22 elementos da Seal Team 6 morreram num acidente de um helicóptero da NATO.

Da equipa de elite restam apenas dois vivos, mas um deles, aquele que terá disparado sobre Bin Laden, estará com dificuldades financeiras e sente-se abandonado pelo exército, segundo afirmou recentemente à revista "Esquire".

Bin Laden foi morto no decorrer da operação "Geronimo", a 2 de maio de 2011, ao complexo de Abbottabad, no Paquistão.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG