O realismo como parte da encenação

João Rui Guerra da Mata não se sentiu um estrangeiro em Macau quando filmou Alvorada Vermelha. Vivendo lá grande parte da sua infância nos anos 70 e viajando pela Ásia, partilhou com João Pedro Rodrigues as suas recordações: "sempre pensei que aquelas histórias tinham um tom de filme de aventuras", admite o realizador de Morrer como Um Homem.

"Voltei a Macau 30 anos depois e estivemos a lá filmar durante quase seis meses", diz-nos Guerra da Mata. "O Mercado Vermelho era uma das mais fortes recordações que eu tinha e fazia parte dos nossos planos filmá-lo. Ele é, neste momento, o mais antigo mercado de Macau. E o último mercado onde os animais são vendidos vivos e depois mortos em frente aos clientes."

Por sua vez, Rodrigues considera Alvorada Vermelha "mais como uma continuação dos meus trabalhos anteriores", onde "há sempre um olhar quase "documental" sobre os actores e os décors, apesar de ser tudo muito encenado - há uma espécie de crença no realismo que depois tento transfigurar". Com um lado violento e implacável, Alvorada Vermelha transcende por isso o seu realismo de uma forma muito particular, filmando... uma sereia. "Acho que o lado encenado do filme vem da forma como filmámos aquelas pessoas a trabalhar, é a isso que me refiro quando falo da transfiguração do real. Introduzimos os elementos de fantasia (como a sereia) porque o filme também é uma homenagem a Jane Russell, a protagonista de Macao de Josef von Sternberg, que morreu enquanto estávamos a filmar em Macau."

Produzida pela Blackmaria, a curta-metragem teve ainda "o apoio do Instituto Cultural de Macau", que, na opinião de Rodrigues, "foi fundamental em todo este processo. Tivemos autorização para filmar em todo o território excepto dentro dos casinos, onde essa autorização nos foi recusada. Estranhamente, e ao contrário do que aconteceria nos mercados ocidentais, os trabalhadores do Mercado Vermelho ignoraram-nos quase sempre, deixando-nos filmar como se não estivesse ali uma câmara."

O filme marcará presença em Viena, em Outubro, e em Copenhaga em Novembro.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG