Conclusões do provedor

Quatro anos como provedor do espectador da RTP, o primeiro na história do serviço público de televisão, forneceram dados suficientes para Paquete de Oliveira dizer que existem três linhas de leitura nas queixas que chegavam ao seu gabinete (e que pensa um dia pôr por escrito). A paixão clubística é a primeira, com ênfase especial no combate entre Benfica e Porto. "Feliz ou infelizmente, o facto de o Sporting estar na mó de baixo deu-me algum descanso", nota o professor, adepto do clube de Alvalade. A política, sobretudo o tratamento dado a PS e PSD, também incendiaram ânimos, ainda que menos do que a paixão pelo futebol. Na terceira linha de queixosos encontram--se os mais conservadores e moralistas, correspondendo à faixa dominante dos espectadores da RTP, a maioria com mais de 45 anos. "É aquele público que reage à classificação dos filmes, às imagens de cariz sexual e religioso", explica. Os programas de humor com sketches que tocavam aspectos da moral sexual não escapavam a este público.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG