Como Hergé 'escolheu' Spielberg

___ Os 24 volumes (um inacabado) das aventuras de Tintin são o legado mais importante do belga Hergé, de seu nome verdadeiro Georges Prosper Remi. O seu impacto transcendeu o domínio das histórias aos quadradinhos, transformando o autor num verdadeiro símbolo nacional da Bélgica. Curiosamente, e apesar de falecido há quase 30 anos, Hergé não é estranho ao facto de, agora, Steven Spielberg surgir a realizar As Aventuras de Tintin. De facto, no começo dos anos 80, Hergé confessou- -se admirador de Spielberg (que tinha acabado de lançar Os Salteadores da Arca Perdida, primeiro título da saga de Indiana Jones), considerando mesmo que, em cinema, ele seria o único a poder "fazer justiça" ao seu herói. Por essa altura, já Spielberg adquirira os direitos de adaptação de Tintin. No começo de 1983, estando em Londres para a rodagem de Indiana Jones e o Templo Perdido, Spielberg programou uma viagem à Bélgica para se conhecerem: o encontro nunca se realizou, já que Hergé veio a falecer no dia 3 de Março desse ano, contava 75 anos.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG