Sampaio da Nóvoa: "Presidente deve nomear quem trouxer estabilidade"

Não renega os partidos mas define uma linha vermelha com os outros candidatos: vêm dos partidos, andaram a fazer campanha partidária. É com esta lógica que a sua candidatura "cidadã" quer romper. Tem a Constituição na mesa-de-cabeceira e puxa do seu trabalho como reitor