Vilar de Mouros. O dia 1 do "Woodstock" português

Arrancou, esta quinta-feira, o festival mais antigo de Portugal, Vilar de Mouros, em Caminha. Peter Murphy​​​​​​, Pretenders, Public Image Limited (ou PiL), Human League, Plastic People e Cavaliers of Fun aturaram no primeiro dos três dias do "Woodstock" português. O festival prossegue esta sexta-feira com nomes como Incubus, Editors e GNR. São esperadas 30 mil pessoas nesta edição, segundo a organização.

Rita Rato Nunes
O festival Vilar de Mouros, em Caminha, começou esta quinta-feira  | foto Rui Manuel Fonseca / Global Imagens
Cerca de 50% do público de Vila de Mouros é do Grande Porto e de Braga, segundo a organização do festival  | foto Rui Manuel Fonseca / Global Imagens
É "um festival para gente madura trazer os filhos", explica a organização citada pela Lusa  | foto Rui Manuel Fonseca / Global Imagens
São esperadas 30 mil pessoas durante os três dias do evento  | foto JOSE COELHO/LUSA
The Pretenders apresentaram o seu décimo trabalho de originais, "Alone", produzido por Dan Auerbach dos Black Keys | foto Rui Manuel Fonseca / Global Imagens
The Pretenders | foto Rui Manuel Fonseca / Global Imagens
The Pretenders | foto Rui Manuel Fonseca / Global Imagens
Peter Murphy, que está a celebrar os 40 anos dos Bauhaus na companhia do cofundador da banda David J | foto Rui Manuel Fonseca / Global Imagens)
Peter Murphy | foto Rui Manuel Fonseca / Global Imagens)
Human League | foto Rui Manuel Fonseca / Global Imagens
Human League | foto Rui Manuel Fonseca / Global Imagens
Human League | foto Rui Manuel Fonseca / Global Imagens
São esperadas 30 mil pessoas durante os três dias do evento  | foto Rui Manuel Fonseca / Global Imagens
Public Image Limited (ou PiL) | foto Rui Manuel Fonseca / Global Imagens
A banda portuguesa Plastic People  | foto JOSE COELHO/LUSA
O britânico John Lydon, ex vocalista dos Sex Pistols  | foto JOSE COELHO/LUSA
 | foto JOSE COELHO/LUSA