O funeral de Aretha: de stilettos vermelhos e caixão dourado

Aretha Franklin morreu no dia 16 de agosto aos 76 anos, vítima de cancro no pâncreas. Desde então, têm sido prestados tributos à cantora norte-americana, conhecida por temas como "Respect" e "(You make me feel like) A natural woman". Em Detroit, nos EUA, onde a artista vivia, foi decretada uma semana de luto.

Ricardo Simões FerreiraFilipe Garcia
Aretha Franklin morreu no dia 16 de agosto em sua casa aos 76 anos, vítima de cancro no pâncreas. | foto EPA/PAUL SANCYA / POOL
Várias pessoas juntaram-se para prestarem homenagem à cantora. | foto EPA/PAUL SANCYA / POOL
A artista ficou conhecida por temas como "Respect" e "(You make me feel like) a natural woman". | foto EPA/PAUL SANCYA / POOL
A fachada do exterior do Museu de História Afro-Americana Charles H. Wright, que acolheu os fãs que prestaram tributo a Aretha Franklin. | foto EPA/TANNEN MAURY
A entrada do museu. | foto EPA/TANNEN MAURY
Um banner em memória de Aretha Franklin colocado no exterior do museu. | foto EPA/TANNEN MAURY
Pessoas entrando no museu para verem os restos mortais de Aretha Franklin. | foto EPA/RENA LAVERTY
Jennifer Jones, de Nova Orleães, deu um toque de jazz no funeral da cantora. | foto EPA/RENA LAVERTY
Uma mulher sentada num Cadillac cor-de-rosa à porta do museu. O modelo foi utilizado no videoclipe "Freeway of love" em 1985 e valeu 18 Grammys à cantora. | foto EPA/RENA LAVERTY
Uma placa que permite a afixação de mensagens em memória de Aretha Franklin. | foto EPA/TANNEN MAURY
O funeral de Aretha Franklin da próxima sexta-feira é vedado ao público, por isso, muitos fãs aproveitaram para prestar homenagem. | foto EPA/RENA LAVERTY
Apesar do funeral da próxima sexta-feira ser reservado aos familiares e amigos da cantora, este será transmitido pela Internet e nos canais de televisão norte-americanos Fox News e CNN. | foto EPA/RENA LAVERTY
Detroit decretou uma semana de luto em memória de Aretha Franklin. | foto EPA/RENA LAVERTY
A cidade tornou-se num refúgio para os afro-americanos que queriam fugir às leis da segregação racial em vigor no Sul dos Estados Unidos em meados do século XX. | foto EPA/RENA LAVERTY
Um antigo carro fúnebre estacionado à porta do museu. | foto EPA/TANNEN MAURY
Uma mulher tocando canções de Aretha Franklin com uma flauta. | foto EPA/TANNEN MAURY
Os fãs vão caminhando em direção ao caixão contendo os restos mortais da cantora. | foto EPA/PAUL SANCYA / POOL
Um homem segurando uma placa no exterior da Igreja Batista de New Bethel, antes de um concerto gospel de tributo a Aretha Franklin. | foto REUTERS/Mike Segar
Um tributo gospel à cantora na Igreja Batista de New Bethel, em Detroit. | foto REUTERS/Mike Segar
O coro que participou na homenagem. | foto REUTERS/Mike Segar
Uma imagem de Aretha Franklin no tributo. | foto REUTERS/Mike Segar
A transmissão de imagens da cantora foi acompanhada por performances musicais. | foto REUTERS/Mike Segar
O cantor Deonte Clay também participou na homenagem. | foto REUTERS/Mike Segar
Apesar do sentimento de tristeza pela morte da cantora, viveram-se momentos de animação. | foto REUTERS/Mike Segar
Madonna também fez questão de prestar homenagem a Aretha Franklin, na última cerimónia dos MTV Video Music Awards. | foto REUTERS/Lucas Jackson/File Photo
É no Greater Grace Temple que irá decorrer o funeral. | foto EPA/RENA LAVERTY
O corpo da cantora será sepultado no cemitério de Woodlawn, em Detroit. | foto EPA/TANNEN MAURY
A fachada da Capela de Mausoléu do cemitério de Woodlawn. | foto EPA/TANNEN MAURY
Um grafiti em memória de Aretha Franklin na parede de um edifício em Detroit. | foto REUTERS/Mike Segar
Foram várias as homenagens prestadas à cantora, como é o caso deste memorial. | foto REUTERS/Mike Segar
Toda a gente teve a oportunidade de deixar mensagens. | foto REUTERS/Mike Segar
Alguns fãs depositaram ramos de flores. | foto EPA/ALBA VIGARAY
A homenagem da imprensa nova-iorquina. | foto EPA/ALBA VIGARAY
Tributo na estação de metro de Franklin Street, em Nova Iorque. | foto @jpacheco/via REUTERS
Nas escadas da estação foram colocados autocolantes que apelavam a uma oração pela cantora... | foto Robert Stevens/via REUTERS
...e a mostrar a influência que ela teve na vida das mulheres. | foto EPA/ALBA VIGARAY
A artista era considerada a Rainha do Soul. | foto EPA/RENA LAVERTY
A homenagem do teatro Apollo, em Nova Iorque. | foto REUTERS/Shannon Stapleton