Barragem de Fridão: Câmara de Amarante aceita compensação de 5,6 milhões de euros da EDP, oposição contra

Amarante, 19 abr (Lusa) - A Câmara de Amarante, de maioria PS, aprovou hoje receber da EDP 5,6 milhões de euros pelos impactes da construção da barragem de Fridão, mas o PSD votou contra por se opor à criação do aproveitamento hidroelétrico.

Os social-democratas acusaram a maioria liderada por Armindo Abreu de ter negociado esta proposta da EDP "em segredo" e de, na prática, ao aprovar a compensação, ter "uma atitude de servilismo" para com o Governo.

O presidente Armindo Abreu negou que o processo da barragem seja irreversível, mas admitiu que não se oporá à sua construção.

Este texto da agência Lusa foi escrito ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG