Crítica de Fernando Melo: restaurante Mesón Andaluz

Aproxima-nos o Al Andaluz, afasta-nos a barra. Pelo meio, o projeto do Mesón Andaluz, de Ilídio Almeida, a casar insistentemente a festa do produto português com a movida alegre e petisqueira espanhola. Começou em 1979 com pratos a que ainda hoje faz as honras e laborou nos primeiros anos num primeiro andar da Parede. Era dos poucos sítios onde se comia paella valenciana, cabrito de leite assado e natillas e se bebia alguns dos melhores vinhos de Espanha. Com a evidente contrapartida portuguesa. A fórmula era fantástica desde o início, mas de certa forma quimérica, para não dizer impossível, de […]

Para saber mais clique aqui: www.evasoes.pt

Ler mais

Exclusivos