5 dicas para ir de férias descansado

Quando chega o momento das férias, queremos relaxar, não ter preocupações. Mas, antes de rumar ao descanso, há cuidados importantes que deve ter em conta.

Nas férias, a sua casa e os seus bens ficam nas mãos do acaso. Sabemos que as redes sociais fazem parte do tempo em que vivemos. Comunicamos constantemente através delas mas, por vezes, ter algumas restrições na maneira como nos expomos online pode fazer a diferença no que toca à nossa segurança.

1. Anunciar que vai ausentar-se
É essencial que não diga aos sete ventos que vai de férias. Esta informação nas redes sociais pode funcionar como pré-aviso para quem tem a intenção de executar um assalto a uma habitação - que pode passar a ser a sua. Não se esqueça de alertar os seus amigos para este mesmo aspeto e, assim, evitará que comentários relativos à sua ausência prolongada apareçam na sua página pessoal. Lembre-se de que a informação pode chegar à pessoa errada. Mesmo que tenha por hábito só adicionar pessoas amigas, os perfis podem ser invadidos, ou a informação pode chegar facilmente a terceiros, e, eventualmente, colocar a sua casa e bens em risco.

2. Reservas online
Se fizer reservas online, certifique-se de que está nos sites oficiais de reserva. Existem inúmeros sites cujo layout é apenas uma imitação. Na dúvida, comece sempre a sua navegação a partir da página inicial do site que conhece. Além disso, se a página tiver um cadeado exibido na barra de endereço, sabe que está seguro.

3. Publicar fotos e vídeos
Publicar fotos e vídeos dos locais paradisíacos que visitamos pode ser uma partilha divertida. Porém, está também a dar azo para que um leque vasto de pessoas saiba onde está, se está ou não sozinho, ou mesmo o seu nível económico - entre outras informações que podem usar a seu desfavor . É particularmente importante que não fotografe o seu cartão de embarque. Através da partilha desta informação, está a facilitar o acesso à sua conta de cliente, podendo originar eventuais alterações da sua informação pessoal, dos códigos PIN, ou até mesmo, a alteração de detalhes de voo.

4. Pin dos cartões
Por vezes, em férias, usamos cartões novos ou pouco habituais, aqueles que guardamos para ocasiões especiais, por exemplo. Mesmo nestes casos, memorize o código pin do cartão em questão, não caia no erro de escrever o pin numa nota no telemóvel ou num outro suporte fácil de aceder. Na sua cabeça é que o segredo está melhor guardado.

5. Ter um plano de viagem no telemóvel
Outra ideia menos boa, é ter no telemóvel informação demasiado detalhada da sua viagem, do locais e pessoas que pretende visitar. Lembre-se que, caso perca o seu smartphone ou até mesmo se lhe for roubado, esta informação arrisca-se a cair nas mãos erradas e ser usada para fins indevidos.

Ler mais

Exclusivos