Crítica de vinhos: o triunvirato de luxo da Blandy's

A Blandy"s acaba de adicionar três novos vinhos da Madeira ao seu portfólio, todos na fasquia superior de qualidade. Trata-se do Colheita Verdelho 2000 e de dois Vintages, Sercial 1968 e Bual 1957. Lançamento de truz, aproveitando o crescendo na procura.

O vinho da Madeira está ao rubro, com as atenções do mundo enófilo inteiro voltadas para o produto que mesmo em Portugal nunca foi popular. Existe em receituário tradicional inglês e francês, especialmente molhos e terrinas, herança dos tempos idos da venda a granel. A partir do momento em que o engarrafamento entrou na ordem do dia a procura por colheitas e castas especiais intensificou-se, um pouco à semelhança do que aconteceu com o vinho do Porto.

A Blandy"s vai já na sétima geração, com Christopher Blandy à frente dos destinos da casa que é a última de cariz familiar a operar no vinho da Madeira. Conta com Francisco Albuquerque na direcção técnica e enológica e juntos têm operado o que se pode chamar revolução tranquila, modernizando a componente industrial e consolidando marcas mais afinadas para o consumidor. O vinho Madeira é fortificado com álcool vínico que é introduzido quando a fermentação alcoólica dos mostos está a decorrer e é isso que faz com que a bebida resultante tenha álcool e açúcar significativos.

A acidez é outro factor notável dos Madeira, fazendo com que evolua muito lentamente e por muito tempo. O lançamento dos três novos vinhos distingue as castas nobres verdelho, sercial e bual, a que haveria que juntar a Malvasia e a Terrantez para completar o leque. O que a empresa tem feito com a Tinta Negra é notável e já a elevou a um grande patamar de qualidade, a preços acessíveis. Aí estão para já três vinhos coleccionáveis e eternos. Boas provas!

Fonte: Evasões

Ler mais

Exclusivos

Premium

educação

O que há de fascinante na Matemática que os fez segui-la

Para Henrique e Rafael, os números chegaram antes das letras e, por isso, decidiram que era Matemática que seguiriam na universidade, como alunos do Instituto Superior Técnico de Lisboa. No dia em que milhares de alunos realizam o exame de Matemática A, estes jovens mostram como uma área com tão fracos resultados escolares pode, afinal, ser entusiasmante.