Clube de Vinhos DN: Pack Monocasta

O Diário de Notícias fez este pack especialmente para si. Escolhemos 3 vinhos, cada um de uma região vitivinícola diferente, com o intuito de dar a conhecer aos nossos leitores o melhor da casta Syrah. Das margens do rio Douro até ao nosso vinhedo Alentejano, fique atento a esta oferta.

Monte da Peceguina Syrah regional alentejano tinto 2015 | Herdade da Malhadinha Nova
Vinho sedutor, com notas especiadas, de chocolate e florais, criando uma atmosfera de prova prazerosa. Provém de um local bem escolhido das vinhas de Albernôa, onde a herdade está implantada, e a frescura é a impressão que perdura na memória, mesmo neste Alentejo que consegue ser muito quente no Verão e na altura das vindimas.

Quinta do Noval Labrador Syrah DOC Douro tinto 2015 | Quinta do Noval
Este vinho é um dos mais notáveis casos de adaptação de uma casta a um terroir. Nos vinhedos míticos da Quinta do Noval, os ensaios com a casta-emblema do vale do Ródano foram dando os resultados consistentes de que a enologia da casa precisava para a adoptar. O resultado aqui está, com uma elegância notável, floral muito intenso.

Quinta da Boa Esperança Syrah regional Lisboa tinto 2015 | Quinta da Boa Esperança
Trata-se de um projecto muito recente e que já está a dar brado, junto à Zibreira. Solos argilo-calcáreos com forte influência atlântica, muito da preferência da casta Syrah. Há notas de ameixa preta confitada, com um fundo de tapenade de azeitona que aproxima o vinho do património clássico. Diferente do usual.

Um pack de 6 garrafas:

2x Monte da Peceguina Syrah regional alentejano tinto 2015 | Malhadinha Nova
2x Quinta do Noval Labrador Syrah DOC Douro tinto 2015 | Quinta do Noval
2x Quinta da Boa Esperança Syrah regional Lisboa tinto 2015 | Qntª da Boa Esperança

Adquira já o seu Pack Monocasta no Clube de Vinhos DN, com Portes Grátis e Entregas em até 72h com parceria com a Garrafeira Nacional

Clique aqui para saber mais

Ler mais

Exclusivos

Premium

Margarida Balseiro Lopes

Legalização do lobbying

No dia 7 de junho foi aprovada, na Assembleia da República, a legalização do lobbying. Esta regulamentação possibilitará a participação dos cidadãos e das empresas nos processos de formação das decisões públicas, algo fundamental num Estado de direito democrático. Além dos efeitos práticos que terá o controlo desta atividade, a aprovação desta lei traz uma mensagem muito importante para a sociedade: a de que também a classe política está empenhada em aumentar a transparência e em restaurar a confiança dos cidadãos no poder político.