Ministério das Finanças

Rosália Amorim

Um novo normal exige um novo tipo de voto

A pandemia tem o mérito de acelerar processos que há muito estavam por decidir. Por isso, esperava-se mais no que toca à gestão do voto nas próximas eleições, uma vez que estamos a viver em plena catástrofe da covid-19, mas também na era mais digital de todas. E se acrescentarmos a isso o facto de que estamos a poucas horas de um novo confinamento - já antecipado pelos médicos, em virtude do alívio das restrições no Natal -,então era necessário ter planeado e modernizado o processo eleitoral há muito.