cristianismo

Anselmo Borges

Fratelli tutti (4). A fraternidade e as religiões

1 Do tríptico liberdade, igualdade e fraternidade, é a fraternidade que, sem a referência à transcendência, tem dificuldade em encontrar um fundamento último sólido. Por isso, Francisco escreve: "Como crentes, pensamos que, sem uma abertura ao Pai de todos, não pode haver razões sólidas e estáveis para o apelo à fraternidade. Estamos convencidos de que só com esta consciência de filhos que não são órfãos podemos viver em paz entre nós. Com efeito, a razão, por si só, é capaz de ver a igualdade entre os homens e estabelecer uma convivência cívica entre eles, mas não consegue fundar a fraternidade."

Faculdade de Direito da U. Lisboa

A "miopia moral da fêmea". A polémica teoria de Francisco Aguilar

Professor de Direito Penal da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa publicou um longo texto na revista de Direito Civil editada pela instituição, em que diz que o feminismo "é o mais criminoso regime da história" e aponta um "ódio genético" das mulheres àquele que é visto como "biologicamente privilegiado por Deus" - o sexo masculino. Controvérsia já se estende ao corpo docente da instituição.