Exclusivo Pandemia afasta espanhóis e Elvas altera técnicas de venda

O período das festas era sempre uma época de grande negócio para a cidade alentejana, com "enchentes" de turistas espanhóis nas ruas, mas a pandemia mudou tudo. E obrigou a novas ideias para chegar aos clientes.

Assim como o comerciante Eurico Santana testou as redes sociais para chegar aos clientes em tempos de pandemia, Ruy Andrade pôs o seu restaurante a servir pequenos-almoços e a apostar na entrega de refeições ao domicílio. Dois exemplos que atestam como a necessidade aguça o engenho.

Perante a queda abrupta de visitantes espanhóis a Elvas nos últimos tempos, estimada em cerca de 90% pela autarquia, o setor empresarial tenta reinventar-se, criando serviços que vão mais ao encontro do mercado local. Mas está difícil responder à crise, numa altura em que os prejuízos variam entre 50% e 80%, consoante o ramo de atividade.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG