Premium Sete dias, sete continentes e sete maratonas. O desafio de João Neto aos 52 anos

O primeiro português na World Marathon Challenge tem no currículo as principais maratonas do mundo e ainda corridas no polo norte e na Antártida. Hérnia que apareceu a um mês da prova "é mais um desafio". Numa aventura que tem também fins solidários.

Sete dias, sete continentes e sete maratonas. É este o desafio que espera o português João Neto, de 52 anos, gestor no ramo das telecomunicações que descobriu nas corridas de longa distância, e em condições adversas, uma forma de alcançar objetivos e de superar-se ao nível pessoal.

João Neto será o primeiro português a participar na World Marathon Challenge, que começa a 31 de janeiro de 2019, apenas cinco anos depois de ter corrido a primeira maratona, aos 47 anos. Nesta meia década, já correu praticamente em todo o planeta. De início o objetivo era atingir um "marco" que agora parece simples: realizar uma maratona. Ao DN, explicou como chegou até aqui.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Daniel Deusdado

"Petróleo, não!" Nesta semana já estivemos perto

1. Uma coisa é termos uma vaga ideia de quão estupidamente dependemos dos combustíveis fósseis. Outra, vivê-la em concreto. Obrigado aos grevistas. A memória perdida sobre o "petróleo" voltou. Ficou a nu que temos de fugir dos senhores feudais do Médio Oriente, das oligopolísticas, campanhas energéticas com preços afinados ao milésimo de euro e, finalmente, deste tipo de sindicatos e associações patronais com um poder absolutamente desproporcionado.