Premium Daniel Craig num policial cheio de suspeitos e à moda de Agatha Christie

Convite para um enigma à Agatha Christie. A proposta é de Rian Johnson em Todos São Suspeitos, um dos filmes mais badalados do Festival de Toronto. Daniel Craig é um impagável detetive com poderes de dedução imbatíveis.

Quando as audiências modernas já se tinham esquecido dos policiais de investigação whodunit, Rian Johnson, o cineasta de Stars Wars - Os Últimos Jedi, aposta numa história à Agatha Christie e dá-lhe uma nova aragem e um imaginário renovado, inventando um superdetetive privado com carregado sotaque sulista, o vaidosão Benoit Blanc, interpretado com panache por Daniel Craig, para protagonizar Todos São Suspeitos.

Epanache é precisamente algo que não falta a um filme que se entretém com arte no engenho de baralhar e confundir o espectador em busca do culpado de um crime que abre a história. Johnson escreveu e dirigiu, com manha clássica, uma trama em torno da morte do idoso escritor de policiais, Thrombley, um Christopher Plummer perfeito que surge maioritariamente em forma de sequências de flashback.

Ler mais

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG