Premium Martim Moniz: nova revolução da praça que todos querem mudar

A praça onde o Estado Novo demoliu prédios para criar um bairro novo que nunca existiu, onde barracões alojaram comerciantes e um projeto de quiosques multiculturais faliu, além das muitas queixas sobre a insegurança da zona, prepara-se para nova requalificação. Mais uma...

Ribeira navegável até à Praça do Comércio, zona mal-afamada (era aqui que ficavam as chamadas Casas de Alcoice, isto é, bordéis), local de hortas, de um mercado depois transferido para a Praça de Espanha, refúgio da comunidade muçulmana, poupada pelo Terramoto de 1755, casa da Procissão de Nossa Senhora da Saúde e palco de várias tentativas de alteração. O Martim Moniz já foi uma das entradas em Lisboa, sempre com polémica à mistura.

Esta é a história resumida de uma das praças mais faladas da capital na última semana e por uma razão que está a dividir as opiniões: o projeto da câmara municipal para requalificar a zona. Mais um.

Ler mais

Exclusivos