Premium Dumbo chega ao grande circo de Tim Burton

Já chega às salas portuguesas a versão em imagem real de Dumbo, o clássico da Disney revisitado por Tim Burton, entre a emoção e a espetacularidade. Danny DeVito é o mestre-de-cerimónias.

Afinal não são as cegonhas que trazem os bebés. Ou antes, as crias. Eis a primeira diferença de argumento entre o Dumbo de 1941, que tem uma bela sequência inicial de entrega de recém-nascidos, e o novo filme de Tim Burton. Melhor dizendo: eis a diferença necessária entre o que é próprio de uma animação infantil e um filme de imagem real (claro, com muitos pozinhos digitais pelo meio).

Desta feita, vamos descobrir a célebre cria de elefante debaixo de um fardo de palha, escondido pela mãe, que não quer o seu filhote exposto à maldade alheia. E tem boas razões para isso. Como se sabe, Jumbo Júnior veio ao mundo com umas orelhas muito maiores do que o normal e está condenado ao epíteto de freak, aberração. Daí que o nome Jumbo se tenha convertido rapidamente em Dumbo (do inglês dumb, idiota). E, aparte a má conotação, assim ficou para a posteridade.

Ler mais

Exclusivos