Rock e drogas eurovisivos, a sombra de Passos e máscaras para ficar

SÁBADO

Rock italiano, droga ou não e Portugal em inglês na Eurovisão

"O rock and roll nunca morrerá", gritaram os membros da banda Maneskin ao vencerem o Festival Eurovisão da Canção. A reviravolta deu-se graças à votação do público que garantiu o primeiro lugar aos italianos de nome nórdico, relegando para segundo a francesa Barbara Pravi e o seu magnífico Voilà. Esquecida durante anos, exceto pelos irredutíveis fãs, a Eurovisão voltou ao radar de muitos portugueses com a vitória de Salvador Sobral em 2017. Neste ano, os Black Mamba ficaram-se pelo 12.º lugar, com a primeira canção em inglês a representar Portugal. Mas foi o consumo ou não de droga pelo vocalista dos Maneskin durante a final a causar a polémica desta edição. Após um teste, deu negativo.

DOMINGO

Taça para o Sp. Braga e Benfica termina época sem troféus

A expulsão do guarda-redes Helton Leite logo aos 17 minutos de jogo deixava adivinhar que a noite não ia ser do Benfica. E assim foi, o Sp. Braga marcou em Coimbra antes do intervalo e soube gerir a vantagem. Os bracarenses venceram por 2-0 e conquistaram a terceira Taça de Portugal da sua história. Um final em grande para uma época de ouro da equipa de Carlos Carvalhal, um filho da terra. Já para o Benfica foi o culminar de uma temporada para esquecer, sem qualquer troféu ganho - foi afastado no início da época na pré-eliminatória da Liga dos Campeões e ficou em terceiro lugar no campeonato. Mais uma machadada para Jorge Jesus, que vai resistindo. Até quando?

SEGUNDA-FEIRA

O avião desviado, o opositor e o "último ditador da Europa"

"Ato ultrajante", "terrorismo de Estado", um dia depois de a Bielorrússia desviar o avião da Ryanair onde seguia o opositor Roman Protasevich, detido em Minsk com a companheira russa, os líderes da UE reuniam-se em Bruxelas para condenar o regime de Alexander Lukashenko. Mas ainda ponderam como aplicar as novas sanções. E a verdade é que, no passado, estas pouco efeito tiveram junto daquele que é considerado "o último ditador da Europa". Enquanto surgia um vídeo de Protasevich a "confessar" a culpa por organizar as manifestações do ano passado, pelo mundo multiplicaram-se os protestos a exigir a sua libertação.

TERÇA-FEIRA

Biden e Putin juntos a 16 de junho em solo neutro

Depois da azeda troca de palavras em março em que Biden chamou "assassino" a Vladimir Putin, ao que este respondeu: "Quem diz é quem é", os presidentes dos EUA e da Rússia vão mesmo encontrar-se. A cimeira vai ter lugar em Genebra, talvez pela longa tradição de neutralidade da Suíça, no dia 16 de junho. O encontro foi confirmado pelos dois lados, com o Kremlin a garantir que os dois líderes vão discutir "questões de estabilidade estratégica", bem como "resolver conflitos regionais" e abordar a pandemia de covid-19. Na sua primeira viagem internacional como presidente, Biden segue para Genebra depois de uma passagem por Bruxelas, onde vai participar na cimeira UE-Estados Unidos.

QUARTA-FEIRA

Rio, um PSD "não de direita" e Passos Coelho na plateia

Criticado, acusado de centrismo e proximidade ao PS, Rui Rio subiu ao palco para encerrar a Convenção do Movimento Europa e Liberdade (MEL) decidido a separar as águas. E depois de um "cumprimento muito especial a Pedro Passos Coelho", garantiu: "Não dizia ali congresso das direitas, porque se dissesse não poderia entrar, teria provavelmente sido barrado logo à entrada." Antes de sublinhar que o PSD "não é um partido de direita". Horas antes, André Ventura aproveitara o palco para acusar Rio de não ter "conseguido fazer o seu papel de oposição à direita". Tudo sob o olhar de Passos Coelho, cuja presença no encontro só veio alimentar os rumores sobre o seu regresso à política.

QUINTA-FEIRA

Friends, um reencontro para fã ver

Foram dez anos a gravar no mesmo estúdio e agora, 17 anos depois de o terem pisado pela última vez, os seis atores da série Friends voltaram a encontrar-se para Friends: The Reunion, um episódio especial de uma hora e 39 minutos de pura nostalgia, muito para fã ver - na HBO Max. David Schwimmer (Ross, na série), Lisa Kudrow (Phoebe), Jennifer Aniston (Rachel), Matt LeBlanc (Joey), Courteney Cox (Monica) e Matthew Perry (Chandler) estão de volta com leituras de mesa, jogos com perguntas e respostas, desfiles de moda, excertos dos episódios antigos e entrevistas com celebridades. Os verdadeiros fãs irão oscilar entre o riso e uma lágrima de saudade. Os outros? Este episódio não é para eles.

SEXTA-FEIRA

Continuar a desconfinar, mas máscaras até ao fim

Na reunião no Infarmed, os peritos defenderam a manutenção da matriz de risco sustentando que a incidência de casos de contágio é o indicador mais sensível para a progressão da pandemia de covid-19. O plano de desconfinamento pode passar a contar com três novos níveis, se for acolhida a proposta da investigadora Raquel Duarte, que designou estes patamares como C, B e A, sendo este o máximo de desconfinamento, no qual se observam apenas as medidas gerais. Para ficar parece estar o máximo de seis pessoas e as máscaras em espaços fechados. Mas Marcelo Rebelo de Sousa já alertou para outros direitos fundamentais a defender quando descem riscos para a saúde.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG