Premium "Somos eurodeputados congelados" até que haja realmente Brexit

Sandro Gozi é um dos 27 deputados que não podem ocupar já o seu lugar no novo hemiciclo por causa dos britânicos. Italiano, de 51 anos, foi eleito em França na lista Renaissance do partido de Macron.

No próximo dia 2, quando o Parlamento Europeu tomar posse, há 27 eurodeputados de 14 países que não vão poder ocupar os seus lugares em Estrasburgo e Bruxelas. Isto porque os eurodeputados britânicos continuam no hemiciclo e ainda não houve Brexit. Sandro Gozi, italiano, eleito pela lista Renaissance em França, é um dos eurodeputados no banco. "Eu até inventei uma alcunha para nós: "os eurodeputados Picard." Picard é uma empresa francesa de produtos congelados", diz ao DN em entrevista telefónica.

O italiano, de 51 anos, diz-se disposto a esperar alguns meses, mas não pretende esperar para sempre. "Depois de ter estado no governo eu trabalhava como consultor e tive de renunciar a vários contratos que não eram compatíveis com as eleições europeias. Tive de renunciar a contactos que tinha feito e, do ponto de vista profissional, isso afeta-nos. Claro que profissionalmente é difícil, porque não te consegues organizar, não consegues assumir um compromisso com outro emprego ou com outro contrato sabendo que podes ser chamado a integrar o PE no próximo mês", desabafa Gozi, ex-deputado italiano e ex-membro do governo de Matteo Renzi.

Ler mais

Exclusivos