Premium Uma guerra

As fake news não são simplesmente mentiras. Mentiras e boataria sempre existiram e não foi por isso que a democracia liberal não se consolidou e não se transformou no sistema que mais efetivamente defendeu valores como a justiça e a liberdade contra os seus inimigos. As fake news fazem parte de um processo que visa criar perceções, cimentar preconceitos, gerar sentimentos que conduzam à destruição do Estado de direito e de direitos que julgávamos inalienáveis e irreversíveis. Quer-se atingir um limite de que não é preciso propagar mais mentiras. Em que são as pessoas comuns, e não os propagandistas, que se encarregam de fazer as mentiras viver, prosperar e reproduzir-se. Um clima em que já ninguém é capaz de discernir a verdade da mentira, em que a opinião valha mais do que um facto, em que alguém que passou a vida toda a estudar uma matéria esteja ao mesmo nível de alguém que nunca dedicou um segundo ao tema. Contará apenas ter muitos seguidores num qualquer Facebook ou Twitter e isso, já se sabe, é fácil de comprar.

Estamos em guerra e é em páginas como estas que ela vai em grande parte decidir-se. Fazendo algo tão simples e, no entanto, fundamental para o nosso modo de vida: jornalismo. Dizendo a verdade e denunciando a mentira.

Ler mais

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG