Premium Ir e voltar

A política, o Estado, os países também são feitos de símbolos. E nisto dos símbolos, Portugal anda um pouco destreinado e esquecido. A esquerda tem sobre a ideia de Portugal complexos de esquerda e a direita tem sobre a ideia de Portugal complexos de direita. E lá fica Portugal como símbolo na gaveta.

Das poucas medidas de peso fortemente simbólico que a direita e a esquerda não se abstiveram de tomar, são precisamente estas relativas ao regresso dos emigrantes. Desde o programa Valorização do Empreendedorismo Emigrante (VEM), criado no governo de Passos Coelho pelo secretário de Estado Pedro Lomba, aos benefícios fiscais agora aprovados pelo governo de António Costa, estamos perante a mesma política.

Ler mais

Exclusivos