Premium Democratas lançados para recuperar a maioria no Senado

A 3 de novembro não estão apenas em causa as presidenciais. Os eleitores norte-americanos votam também para renovar um terço do Senado, toda a Câmara de Representantes e escolher 13 governadores. É entre os senadores que a luta é mais renhida, com os republicanos em risco de perder a maioria.

A corrida à Casa Branca domina as conversas na contagem decrescente para as eleições de 3 de novembro, mas o resultado da renovação de um terço do Senado também poderá deixar marca nos EUA. Seis anos depois de terem perdido a maioria, os democratas estão lançados na reconquista, apoiados pelos bolsos fundos dos doadores e pelo facto de a rejeição ao presidente Donald Trump estar a afundar os republicanos.

Em jogo na noite eleitoral está também a renovação da totalidade da Câmara dos Representantes (435 congressistas), com os democratas favoritos a manter a maioria conquistada em 2018 (232 democratas contra 197 republicanos, havendo ainda um libertário e cinco lugares vagos). São ainda eleitos 13 governadores (incluindo os dos territórios da Samoa Americana e de Porto Rico), mas aqui a corrida só está renhida num estado, o Montana.

Ler mais

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG