Premium Taxas moderadoras. 180 milhões de razões para um acordo PS-PSD

O que está em causa neste possível acordo no bloco central é um projeto do BE para acabar imediatamente com o pagamento de taxas moderadoras.

O PS e o PSD dão sinais de estarem a preparar um acordo sobre o fim progressivo das taxas moderadoras. Alcançando-se esse entendimento, cairá por terra a intenção do Bloco de Esquerda de fazer aprovar um projeto de lei pelo qual, com efeitos imediatos, "é dispensada a cobrança de taxas moderadoras" no "atendimento, consultas e outras prestações de saúde no âmbito dos cuidados de saúde primários" e nas "consultas, atos complementares prescritos e outras prestações de saúde, se a origem de referenciação para estas for o Serviço Nacional de Saúde".

O projeto bloquista foi aprovado na generalidade com os votos dos proponentes e do PSD, PS, PCP, PEV, PAN e de o deputado independente Paulo Trigo Pereira (ex-bancada do PS) no passado dia 14, baixando à comissão de Saúde. Só o CDS votou contra.

Ler mais

Exclusivos