Premium Ministério diz que vai cumprir rácio de auxiliares das escolas. Diretores e sindicatos duvidam

Governo anunciou vinculação de quase quatro mil precários pelo PREVPAP e espera cumprir rácios de não docentes com concurso para vincular mais 1070. Mas auxiliares e responsáveis das escolas dizem que não chega.

A secretária de Estado Adjunta e da Educação, Alexandra Leitão, anunciou nesta terça-feira, no Parlamento, que o governo conta "cumprir" os rácios de auxiliares das escolas após o concurso, recentemente aberto, que irá criar mais 1068 lugares efetivos para trabalhadores não docentes. Um concurso que visa corrigir as falhas existentes devido ao número elevado de funcionários em situação de baixa prolongada. Mas os diretores das escolas e os representantes destes trabalhadores não estão convencidos. E se os primeiros ainda querem ver para crer, os segundos já antecipam muitos problemas no próximo ano letivo.

Na audiência dos responsáveis do ministério, na Comissão de Educação e Ciência, Alexandra Leitão negou que os 1068 lugares agora criados, cujos concursos serão abertos escola a escola, se destinem apenas, como anunciaram os sindicatos, a passar aos quadros trabalhadores que já estão nas escolas com vínculo precário. Ou seja: que nada iriam acrescentar em termos de total de trabalhadores.

Ler mais

Exclusivos