Premium Bolsonaro vai usar força para conter manifestação de índios

Governo brasileiro solicitou ação policial na Praça dos Três Poderes, onde se realiza desde 2004 o Acampamento Terra Livre, maior encontro de lideranças indígenas do país.

"É a primeira vez que ocorre comportamento antecipado para tentar impedir a chegada das delegações, é uma forma clara de condicionar uma manifestação", disse Sonia Guajajara, coordenadora executiva da Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (APIB). A líder índia referia-se à decisão do governo brasileiro de extrema-direita de pedir a presença da Força Nacional na Esplanada dos Ministérios e na Praça dos Três Poderes, em Brasília, durante o 16.º Acampamento Terra Livre, encontro anual de oito a dez mil indígenas, que decorre de hoje a sexta-feira.

A medida foi solicitada no dia 17 pelo general Augusto Heleno, do Gabinete de Segurança Institucional, ao ministro da Justiça, Sérgio Moro, que a autorizou. O intuito, disse Heleno, é "desencorajar violência em atos". "É uma medida de carácter preventivo e tem como objetivo garantir a segurança do património público, os ministérios e os seus funcionários", consta de uma nota do gabinete.

Ler mais

Exclusivos