Premium Aconteceu em 1962 - De Gaulle sofre atentado

Na edição de 23 de agosto de 1962, o DN dava a notícia de um terceiro atentado contra Charles de Gaulle. Na véspera, o carro onde seguia o general, a mulher e o genro, ficou crivado de balas. Todos escaparam ilesos.

"O automóvel do presidente foi atacado com rajadas de armas automáticas. De Gaulle, a esposa e o genro, que também seguiam no carro, saíram ilesos", noticiava o DN na primeira página da sua edição de 23 de agosto de 1962 sobre o terceiro atentado contra a vida do general.

Tudo aconteceu no dia anterior, quando "terminado o Conselho de Ministros se dirigia, pouco depois das 22 horas, para o campo de aviação de Villacoublay" com o intuito de regressar a Colombey-les-Deux-Eglises, onde estava de férias, "o carro em que viajava com a Sra. De Gaulle e o coronel Bolsieu, seu genro, foi alvejado a tiro, na estrada", noticiava o DN.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Maria Antónia de Almeida Santos

Uma opinião sustentável

De um ponto de vista global e a nível histórico, poucos conceitos têm sido tão úteis e operativos como o do desenvolvimento sustentável. Trouxe-nos a noção do sistémico, no sentido em que cimentou a ideia de que as ações, individuais ou em grupo, têm reflexo no conjunto de todos. Semeou também a consciência do "sustentável" como algo capaz de suprir as necessidades do presente sem comprometer o futuro do planeta. Na sequência, surgiu também o pressuposto de que a diversidade cultural é tão importante como a biodiversidade e, hoje, a pobreza no mundo, a inclusão, a demografia e a migração entram na ordem do dia da discussão mundial.