Premium Quem são as "noivas" do Estado Islâmico que querem voltar a casa?

Estas 15 mulheres representam muitas outras como elas e podem, ou não, regressar aos países de onde partiram para a Síria para se juntar ao grupo terrorista. O seu pedido de retorno está feito e cabe aos diferentes Estados decidirem o seu futuro.

O que é que leva uma jovem mulher do Reino Unido, França, Alemanha, Canadá, Portugal ou Estados Unidos a deixar tudo para trás e rumar à Síria para se juntar ao Estado Islâmico? A sua religião? O facto de terem sido aliciadas nas redes sociais? Nadine, uma alemã que agora quer regressar ao seu país, diz: "Se tivéssemos sido mais bem tratadas na Alemanha, 90% das mulheres teriam certamente renunciado" a partir para se juntarem ao Estado Islâmico. Será assim?

Partiram à procura de quê? São conhecidas como as "noivas" do Estado Islâmico. Todas elas se casaram na Síria, na maioria mais do que uma vez, depois de os seus maridos morrerem em combate. Todas elas têm filhos. Agora querem voltar. Porquê?

Ler mais

Exclusivos