Premium Animação inovadora para humor progressista em Mr. Link

O maior estúdio de animação de bonecos em stop motion, a Laika, está de volta com o divertido Mr. Link. O realizador, Chris Butler, veio a Lisboa promover o filme e explicou por que não teve medo de ter humor progressista numa comédia para toda a família.

Se a época de ouro da animação de Hollywood já está dar as últimas, os estúdios Laika, especializados na técnica stop motion, em que se filmam bonecos com a ajuda dos efeitos digitais, não dão tréguas à qualidade. Este novo Mr. Link, realizado pelo britânico Chris Butler, é uma outra pequena joia, mesmo estando a léguas do anterior, Kubo e as Duas Cordas, de Travis Knight, o patrão da casa.

Mas quem é este senhor? Um simpático abominável homem da floresta, gigante e coberto de pelos. Além da simpatia, Mr. Link é inteligente e cavalheiresco. O seu sonho é apenas um: descobrir mais seres da sua raça, nem que para isso tenha de viajar até ao Oriente, nomeadamente às montanhas do Shangri-La, onde poderão estar outros seres como ele, neste caso os "abomináveis homens da neve". Mas Mr. Link ganha um amigo de peso, o explorador inglês Sir Lionel Frost, e a sua amiga latina Adelina, uma aventureira com causa feminista. Mas porque Link é autêntico e não tem preconceitos de género, tem outro desejo: quer ser chamado de Susan...

Ler mais

Exclusivos

Premium

Maria Antónia de Almeida Santos

Uma opinião sustentável

De um ponto de vista global e a nível histórico, poucos conceitos têm sido tão úteis e operativos como o do desenvolvimento sustentável. Trouxe-nos a noção do sistémico, no sentido em que cimentou a ideia de que as ações, individuais ou em grupo, têm reflexo no conjunto de todos. Semeou também a consciência do "sustentável" como algo capaz de suprir as necessidades do presente sem comprometer o futuro do planeta. Na sequência, surgiu também o pressuposto de que a diversidade cultural é tão importante como a biodiversidade e, hoje, a pobreza no mundo, a inclusão, a demografia e a migração entram na ordem do dia da discussão mundial.