Premium A lei de Carlos Alexandre

Se o objetivo de José Sócrates era criar confusão para que possa alimentar a tese da cabala, não podia ter arranjado melhor aliado do que Carlos Alexandre.

Pode haver uma interpretação benigna para a insinuação do juiz Carlos Alexandre de que teria havido tramoia no sorteio que ditou que a instrução da Operação Marquês fosse distribuída a Ivo Rosa. A saber: que a acusação teria falhas, as provas não seriam suficientemente sólidas, haveria pontos controversos e assim a melhor forma de tudo correr segundo as convicções de Carlos Alexandre seria ele ser o juiz da sua própria conduta.

Esta interpretação já seria suficientemente grave e faria com que ficasse criada a legítima sensação de que este juiz, no mínimo, não é a pessoa indicada para conduzir um processo da dimensão e gravidade deste.

Ler mais

Exclusivos

Premium

história

A América foi fundada também por angolanos

Faz hoje, 25 de agosto, exatos 400 anos que desembarcaram na América os primeiros negros. Eram angolanos os primeiros 20 africanos a chegar à América - a Jamestown, colónia inglesa acabada se ser fundada no que viria a ser o estado da Virgínia. O jornal The New York Times tem vindo a publicar uma série de peças jornalísticas, inseridas no Project 1619, dedicadas ao legado da escravatura nos Estados Unidos. Os 20 angolanos de Jamestown vinham num navio negreiro espanhol, a caminho das minas de prata do México; o barco foi apresado por piratas ingleses e levados para a nova Jamestown. O destino dos angolanos acabou por ser igual ao de muitos colonos ingleses: primeiro obrigados a trabalhar como contratados e, ao fim de alguns anos, livres e, por vezes, donos de plantações. Passados sete anos, em 1626, chegaram os primeiros 11 negros a Nova Iorque (então, Nova Amesterdão) - também eram angolanos. O Jornal de Angola publicou ontem um longo dossiê sobre estes acontecimentos que, a partir de uma das maiores tragédias da História moderna, a escravatura, acabaram por juntar o destino de dois países, Angola e Estados Unidos, de dois continentes distantes.