Premium Aconteceu em 1968 - Os tanques soviéticos esmagam a Primavera de Praga

A Checoslováquia é invadida pela União Soviética, com os russos a colocarem fim ao sonho de uma democracia checoslovaca.

Era uma Europa de geografias diferentes das de hoje: "Checoslováquia invadida pela Rússia", anuncia em manchete o DN de 21 de agosto de 1968. A Checoslováquia desagregou-se em dois países, a República Checa e a Eslováquia, e a Rússia de então era a União das Repúblicas Socialistas Soviéticas.

Atrás da cortina de ferro, num tempo em que o Muro de Berlim partia a Europa em dois, era tempo de sonhar pela democracia nas ruas de Praga. O movimento que ficou conhecido por Primavera de Praga seria esmagado pelos tanques soviéticos. Na primeira página do DN, uma palavra era obliterada: democracia. Aliás, afirmava o jornal, citando um artigo de Raymond Cartier, o estalinista Ulbrichet receava que a "experiência checoslovaca" pusesse em perigo "a sua grande criação - o Muro de Berlim".

Ler mais

Exclusivos