Premium Centeno debaixo de fogo, PS dividido

O vídeo no qual Mário Centeno saudou, enquanto presidente do Eurogrupo, o fim do programa de assistência à Grécia foi criticado da esquerda à direita. Mas houve no PS quem o defendesse.

"Insultuoso", a fazer lembrar a "propaganda da Coreia do Norte". Foi Yanis Varoufakis, o antigo ministro das Finanças grego - cuja visão de combate ao establishment austeritário da UE fez que se aguentasse no cargo apenas seis meses -, o primeiro a criticar nas redes sociais o vídeo com que Mário Centeno saudou, enquanto presidente do Eurogrupo, o fim do programa de assistência à Grécia, programa que durou oito longos anos.

Ler mais