Premium "Portugal e Espanha, temos quase tudo em comum"

O ministro da Cultura e do Desporto espanhol, José Guirao esteve em Lisboa para abrir a Mostra Espanha, um festival em que se mostra o que se está a fazer do outro lado da fronteira. Falou ao DN sobre a comemoração do V Centenário da Viagem de Circum-Navegação, o que une portugueses e espanhóis, o independentismo e os desafios da próxima legislatura.

José Guirao Cabrera (Murcia, 1959) chegou ao ministério da Cultura e Desporto de Espanha há um ano, após a polémica saida do escritor Máxim Huerta, acusado de fraude fiscal. Licenciado em Filologia Hispânica, trabalhou no Centro Andaluz de Arte Contemporanea, em Sevilha, e foi diretor do Museo Reina Sofia, em Madrid, entre 1994 e 2001. Durante o seu mandato, o museu foi ampliado (a partir de um projeto do arquiteto Jean Nouvel). Esteve depois á frente da Casa Encendida, espaço dedicado a arte e cultura, antes ligado à Caja Madrid. Em Portugal, abriu a Mostra Espanha, uma montra para o que estão a fazer os artistas espanhois e encontrou-se com a homóloga Graça Fonseca.

Comecemos pelo desporto. Levaram-nos o João Félix para o Atlético de Madrid. Que têm para a troca?
(risos) Nada. Não sei.

Ler mais

Exclusivos