Premium Fertagus de fora? 70 mil em risco de não terem passe único

Empresa que gere a ligação ferroviária entre Lisboa e a Margem Sul está a renegociar o contrato de concessão e para já não fala sobre a integração no sistema de passe único que vai vigorar a partir de abril. Governo conta com Fertagus.

A pouco mais de um mês de entrar em vigor o passe único na Área Metropolitana de Lisboa, ainda não está confirmada a inclusão da Fertagus no sistema que promete ser a maior mudança no âmbito da mobilidade no país. A empresa, que explora a ligação ferroviária entre as duas margens do Tejo pela Ponte 25 de Abril, é responsável pelo transporte diário de 70 mil pessoas. Talvez por isso, ao DN, fonte do governo salientou que o objetivo "é incluir a Fertagus, mas vai depender das negociações que estão a decorrer. Mas, para já, não é certo".

O dia 1 de abril marca o início de uma alteração de tarifário nos transportes públicos que vai fazer que nas áreas metropolitanas de Lisboa e Porto passem a existir apenas dois tipos de passe com um valor máximo de 40 euros. No caso da capital, quem utilizar apenas os transportes em Lisboa pagará 30 euros e quem vier de fora da cidade terá um encargo de 40 euros. Em qualquer dos casos vai ser possível utilizar todas as ligações disponíveis na rede - que inclui 18 municípios independentemente da empresa a que está concessionada essa linha - abrangida pelo passe.

Ler mais

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG