Premium A Le Pen não se ganha assim

O público da Web Summit não vota em Le Pen. É sobretudo por isso que deixá-la lá ir ou não é fundamentalmente espetáculo sem consequência. Ao público que vota Le Pen, os oradores de luxo da cimeira não dizem nada. Esse é que é o problema, e não se resolve assim.

O eleitorado da Web Summit - a expressão é intencional - é otimista. Acredita no global, no empreendedorismo, nas energias limpas e renováveis, na mobilidade partilhada, no fim dos plásticos, na economia verde, na economia digital, no futuro em geral e nos benefícios de comer quinoa em particular. O eleitorado de Le pen está a milhas disso tudo.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Pedro Lains

O Banco de Portugal está preso a uma história que tem de reconhecer para mudar

Tem custado ao Banco de Portugal adaptar-se ao quadro institucional decorrente da criação do euro. A melhor prova disso é a fraca capacidade de intervir no ordenamento do sistema bancário nacional. As necessárias decisões acontecem quase sempre tarde, de forma pouco consistente e com escasso escrutínio público. Como se pode alterar esta situação, dentro dos limites impostos pelas regras da zona euro, em que os bancos centrais nacionais respondem sobretudo ao BCE? A resposta é difícil, mas ajuda compreender e reconhecer melhor o problema.