Portugal-Alemanha. Que ganhe a melhor cerveja

Em dia de jogo da equipa nacional com os alemães no Euro2020, um duelo entre a 'pátria' da cerveja e uma seleção de criações artesanais made in Portugal.

Se a cerveja é quase tão antiga como a civilização, também não restam dúvidas sobre o papel dos alemães na transformação desta bebida num caso de popularidade. Afinal, Oktober Fest só há um e realiza-se desde o século XIX em Munique, onde este sábado Portugal e Alemanha se enfrentam em mais um jogo do Euro2020 (17:00, transmissão na TVI). Antecipando esse duelo, outro: quatro cervejas germânicas tradicionais enfrentam quatro cervejas artesanais portuguesas. Como Fernando Santos, podiam dizer: "Não tenho medo da Alemanha".

Portugal

Sovina

A Stout, com malte torrado e notas de café, caramelo e cacau, é apenas uma das variedades que a Sovina, cerveja artesanal nascida no Porto em 2009, segundo a vontade pioneira de Alberto Abreu, Arménio Martins e Pedro Sousa, os Três Cervejeiros (2,39 euros).

Aldeana

A Aldeana, que, garantem os seus produtores, só usa ingredientes naturais, vem do Montijo, mas é à Bélgica que vai buscar a sua inspiração. A original (na foto), 8% de álcool, é encorpada e em tons âmbar, tem notas de caramelo (pack de seis, 18,90 euros).

Dois Corvos

A cervejeira Dois Corvos, familiar e independente, instalada em Marvila, tem já uma ampla gama de cervejas. Entre elas, a High Gravity (6 euros), uma sour ale, "fermentada com brettanomyces e lactobacilus" a que foi adicionada goiabada, e envelhecida em barricas de carvalho durante 2 anos e meio.

Musa

A Peste & Sidra é uma das novidades do catálogo, já extenso, da Musa, outra cervejeira artesanal sediada em Marvila. Tem sabores frutados, zero açúcares adicionados, a partir de maçãs francesas biológicas (pack de 12, 36 euros).

Alemanha

Paulaner

Natural de Munique e 'inventada' num mosteiro, a Paulaner escolhida é uma cerveja clássica, combinação de cevada e trigo (2, 39 euros). Esta tem um suave aroma a banana e, diz o fabricante, os mais entendidos poderão encontrar notas de manga e ananás.

Erdinger

A Erdinger Urweisse (3,35 euros), também vem de Munique, também combina sabores de malte, trigo e caramelo com banana (mais uma vez!). Apesar da tradição monástica que acompanha a cerveja alemã, a receita desta remonta ao final do século XIX.

Benediktiner

Neste caso, até o nome nos leva à história da bebida. A Benediktiner Weissbier Dunkel (2,75 euros). Foram os monges beneditinos que começaram a produzir cerveja. Há 400 anos que a Abadia de Ettal produz esta cerveja. Antes, nos séculos XV e XVI, fazia-o na vila bávara de Oberammergau.

A Franziskaner Hefe Weissbier é da linha clássica (1,75 euros), com uma aroma ligeiramente frutado. Há 600 anos que são produzidas, desde meados do século XIX que estão instalados em Munique e desde 1909 que exportam para os EUA.

Onde encontrar

Sovina, Musa, Paulaner, Erdinger, Benediktiner e Franziskaner
Supermercados Supercor e El Corte Inglés, também online e nas lojas dos sites das cervejeiras portuguesas.

Aldeana
Encomendas online, entregas gratuitas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG