Premium A próxima batalha no PSD

O Conselho Nacional de passada quinta-feira serviu para mostrar que os militantes através dos seus representantes estão maioritariamente com Rui Rio, o que não sendo pouco apenas servirá para pacificar uma ala oposicionista, mas não evitará a continuação de uma guerra sem quartel de outra.

Um dos argumentos mais descabidos que ouvi para que existissem eleições antecipadas no PSD foi o de que isso conduziria a uma clarificação.

Presumo que com isso se quereria dizer que, de facto, neste momento, os militantes do PSD deveriam diretamente dizer se queriam Rui Rio ou Luís Montenegro ou outro qualquer como presidente do partido.

Ler mais

Exclusivos