Premium Maioria dos deportados chegam dos Estados Unidos

É o país que mais cidadãos deportou para o arquipélago desde 1987, revela o diretor regional das Comunidades. Sociólogo da Novo Dia defende que modelo de apoio deve ser menos assistencialista.

Desde 1987, ano em que os Açores foram confrontados com o primeiro caso, a região já recebeu 1364 cidadãos portugueses deportados, dos quais cerca de mil chegaram dos EUA, admite o diretor regional das Comunidades no governo dos Açores. Paulo Teves explica ainda que, além de duas deportações das Bermudas, as restantes foram decretadas pelo Canadá.

E o que explica que o número de deportações dos EUA seja muito superior ao total de deportações do Canadá? "Primeiro, tem que ver com a dimensão da comunidade - é uma comunidade maior. Depois, o Canadá tem uma política de deportação que não é tão restritiva: não acontece logo à primeira, é analisado o caso, tentam perceber, por exemplo, se a pessoa, ao ser deportada, tem condições de manter determinados tratamentos de saúde", esclarece o diretor regional.

Ler mais

Exclusivos