Premium Derrotar Le Pen

Marine Le Pen não cativou mais de dez milhões de franceses, nem alguns milhões mais pela Europa fora, por ter sido estrela de conferências ou por ser visita das elites intelectuais, sociais ou económicas. Pelo contrário, Le Pen seduz milhões de pessoas por ter sido excluída desse mundo: é nesse pressuposto, com essa medalha, que consegue chegar a todos aqueles que, na sequência de uma crise internacional e na vertigem de uma nova economia digital, se sentem excluídos, a ficar para trás, sem oportunidades.

De cada vez que alguém lhe fecha a porta, Le Pen vira-se para o seu eleitorado e diz: "Eu sei o que vocês sentem, eu sei o que é a exclusão, eu sou a vossa voz." É o que vai suceder assim que se souber que lhe foi retirado o convite para falar à elite da economia digital: "Eles querem tirar-nos os empregos, os direitos, substituir-nos por máquinas, fazer de conta que não existimos - não me quiseram lá para não os acusar." Se fechar a porta a Le Pen bastasse, servisse, ela nunca teria alcançado mais de dez milhões de votos. Mas alcançou.

Ler mais

Exclusivos