Premium Tancos. Deputados vão ter acesso a documentos em segredo de justiça

Os deputados da comissão parlamentar de inquérito ao roubo de armas em Tancos vão ter acesso aos documentos em segredo de justiça que estão na posse da comissão parlamentar de Defesa.

A documentação sobre o assalto a Tancos, guardada num cofre na Assembleia da República, nomeadamente a que está em segredo de justiça, vai ser disponibilizada ao presidente da comissão parlamentar de inquérito a este caso, o socialista Filipe Neto Brandão, para gerir o acesso dos deputados aos documentos.

O presidente da comissão parlamentar de Defesa, o social-democrata Marco António Costa, que confirmou ao DN esta decisão, já recebeu os esclarecimentos pedidos à Procuradoria-Geral da República (PGR) sobre a forma de consultar os documentos que recebeu sobre o processo de Tancos.

Ler mais

Exclusivos