Premium Aconteceu em 1961 - Quando um exército de 30 mil homens tomou Goa, Damão e Diu

O inevitável concretizava-se em 18 de dezembro de 1961. A União Indiana recorria à força das armas para expulsar os portugueses de Goa, Damão e Diu.

"O crime inqualificável de um falso pacifista. Nehru ordenou a invasão de Goa, Damão e Diu", era o título no topo da primeira página do Diário de Notícias de 18 de dezembro de 1961. O presidente indiano era criticado pelo ataque militar que já se adivinhava e que iria ser bem-sucedido, levando Portugal a abandonar, forçado, os territórios.

"Um exército de 30 mil homens, apoiado por aviação, artilharia pesada, blindados e unidades navais atacou, pouco depois da meia-noite local, em três pontos diferentes da fronteira", informava ainda como manchete a edição do DN. Para as autoridades portuguesas ainda parecia haver esperança na resistência. "As Forças Armadas portuguesas entraram em ação na defesa do nosso território", contava o DN. A resistência foi escassa e a rendição aconteceu rapidamente. Era o fim anunciado do Estado Português da Índia.

Ler mais

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG