Premium "Guaidó não é um salvador, é só mais uma peça na mudança de que a Venezuela precisa"

Entrevista a Ronaldo Schemidt, fotojornalista venezuelano da AFP que em 2018 ganhou o World Press Photo com uma fotografia de um manifestante anti-Maduro em chamas.

O fotógrafo venezuelano Ronaldo Schemidt ganhou o World Press Photo 2018, o prémio máximo do fotojornalismo, com uma foto tirada em maio de 2017 nas ruas de Caracas. A imagem mostrava um manifestante em chamas, depois de o tanque de combustível de uma motocicleta ter explodido, durante os protestos contra o presidente venezuelano, Nicolás Maduro.

Um ano depois da vitória, o fotógrafo da AFP que vive no México respondeu por escrito às perguntas do DN sobre a atual situação do seu país natal, onde continua o impasse entre Maduro e o presidente da Assembleia Nacional, Juan Guaidó, que assumiu a presidência interina da Venezuela, com o apoio de mais de meia centena de países, incluindo Portugal. E lembrar a história da foto que lhe valeu o prémio.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Nuno Severiano Teixeira

"O soldado Milhões é um símbolo da capacidade heroica" portuguesa

Entrevista a Nuno Severiano Teixeira, professor catedrático na Universidade Nova de Lisboa e antigo ministro da Defesa. O autor de The Portuguese at War, um livro agora editado exclusivamente em Inglaterra a pedido da Sussex Academic Press, fala da história militar do país e da evolução tremenda das nossas Forças Armadas desde a chegada da democracia.

Premium

Ferreira Fernandes

A angústia de um espanhol no momento do referendo

Fernando Rosales, vou começar a inventá-lo, nasceu em Saucelle, numa margem do rio Douro. Se fosse na outra, seria português. Assim, é espanhol. Prossigo a invenção, verdadeira: era garoto, os seus pais levaram-no de férias a Barcelona. Foram ver um parque. Logo ficou com um daqueles nomes que se transformam no trenó Rosebud das nossas vidas: Parque Güell. Na verdade, saberia só mais tarde, era Barcelona, toda ela.