Por que razão o sarampo está a aumentar em vez de ser erradicado?
Premium

vacinas

Por que razão o sarampo está a aumentar em vez de ser erradicado?

Há 13 anos que não havia tantos casos no mundo, alerta a OMS: de janeiro até final de junho, 182 países notificaram 364 808 casos. A falta de vacinação, mesmo em países desenvolvidos, é o principal problema.

O que entristece Graça Freitas, diretora-geral da Saúde, é que o sarampo reúne os critérios para ser erradicado em todo o mundo e, em vez disso, está a subir e há registo de mortes. As campainhas da Organização Mundial de Saúde (OMS) voltaram a soar no início desta semana: desde 2006 que não havia tantos relatos - de janeiro até final de junho, 182 países notificaram 364 808 casos. O ano ainda só vai a meio e este é apenas um relatório preliminar, pelo que a OMS acredita que serão bastantes mais.

Os critérios de que Graça Freitas fala são dois: o facto de o ser humano ser o único hospedeiro do vírus e existir uma vacina eficaz e segura que permite com elevadas taxas de cobertura a imunidade que chegue ao ponto de impedir a transmissão do vírus. E depois é necessário que durante três anos não haja qualquer caso no planeta, como aconteceu com a varíola nos anos 1980.

Ler mais

Exclusivos