Premium A paz, o pão, a praga, a contraceção

Nas décadas de 1920 e 1930 Lisboa acarinhava os seus pombos - havia até um jantar anual para celebrá-los. Mas o crescimento desmesurado tornou-os em praga e, hoje, 85,3% da população concorda que o número de aves tem de ser controlado. Em 2017, a câmara prometeu uma rede de pombais contracetivos na capital. Só abriu um.

"Jantar aos pombos", anunciava o Diário de Notícias com uma fotografia a 8 de janeiro de 1929. Na altura o evento acontecia no Largo do Carmo, era promovido pela Liga Nacional dos Direitos dos Animais e pelo Grupo Infantil Defensor dos Animais.

"A iniciativa dura há vários anos e começou pela Praça D. Pedro IV, Praça do Comércio, Praça Luís de Camões, Largo do Chiado e Largo do Corpo Santo, sendo distribuído às simpáticas avezinhas milho, pão, bolos e água. Assistiu grande número de crianças."

Ler mais

Exclusivos