Premium O dia em que o campeonato se decidiu a quatro minutos do fim

Belenenses foi virtual campeão até ao minuto 86, quando João Martins deu o empate ao Sporting e deu o título ao... Benfica.

64 anos depois, os protagonistas são outros, mas ainda com o campeão por definir, vale a pena recordar o 24 de abril de 1955, o dia em que o Belenenses teve o pássaro na mão para se sagrar campeão nacional pela segunda vez e que acabou como o dia em que o Sporting desviou a festa das Salésias para o Estádio da Luz, dando o título ao Benfica de Otto Glória.

O campeonato de 1954-1955, um dos mais dramáticos de sempre, foi decidido a quatro minutos do fim, quando o leão João Martins deixou o dérbi com os azuis empatado a dois golos, enquanto noutro dérbi da capital as águias faziam o seu trabalho ao bater em casa o Atlético por 3-0. "O Benfica campeão nacional de futebol no torneio mais emocionante dos últimos anos", titulava o DN no dia seguinte. Não era para menos. À entrada para a última jornada, o Belenenses era líder, com mais um ponto do que o Benfica, numa altura em que a vitória ainda valia dois pontos. A formação de Belém dependia de si própria para ser campeã, desde que não obtivesse um pior resultado na última jornada do que as águias.

Ler mais

Exclusivos