Premium Miguel decidiu voltar a Portugal por amor. É um dos 1308 regressos incentivados pelo Estado

Miguel Gaspar, licenciado em Gestão, viveu sete anos no estrangeiro. Voltou agora, apoiado pelo Programa Regressar, lançado há seis meses. Recomeçou como outros 1308 ex-emigrantes, muitos deles com curso superior.

Miguel Gaspar, de 33 anos, formou-se em Gestão e Administração Pública, em Coimbra, de onde é natural e tem a família. Em 2012, a crise financeira em Portugal, aliada à vontade de conhecer outras realidades e ganhar experiência, levou-o a emigrar, primeiro para Itália, depois para a Suíça. Aconteceu tudo isso - ganhou experiência e autonomia financeira, mas o amor falou mais alto. Regressou há três meses.

É um dos 629 portugueses que voltaram a trabalhar em Portugal ao abrigo do Programa Regressar. A medida, lançada há seis meses, implica um apoio financeiro do Estado para emigrantes e lusodescendentes, com valores variáveis que dependem do agregado familiar. Os candidatos trouxeram companheiros e filhos, mais 679 pessoas, num total de 1308 emigrantes que deixaram de o ser em 2019 através do programa.

Ler mais

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG